30 de março de 2014

Atualizações - semana 31

Estamos chegando na reta final...

Falta pouco pra chegada da Luiza! Infelizmente não consegui registrar aqui  muitas coisas que gostaria de ter registrado! A falta de tempo, misturado com a preguiça me mantiveram afastada aqui do blog.
A comodidade de acessar a internet pelo celular também foi um grande fator da minha ausência por aqui, afinal, poucas vezes eu sentava no office para acessar a internet. Mas enfim, explicações a parte, me perdoem essa ausência que me causa tanto arrependimento. Rs
Queria ter compartilhado muitas coisas por aqui, mas... Vacilei! 

Agora estou com 31 semanas! 
Luiza esta cada dia mais grandona e agitada aqui dentro! Mexe que é uma beleza!
Lembro quando a senti pela primeira vez e fiquei na dúvida se era ela ou se era um problema de digestão mesmo... Hahaha 
Agora, não há dúvidas! Minha bebejinha está super dançante na pançona da mamain! 
Tem dias, que chego a sentir os músculos da barriga meio doloridos, de tanto que ela mexe! E sempre mexe do mesmo lado... Fico cansada de ser tão chutada, empurrada, balançada... Mas é sim, uma delícia! 

Sobre os preparativos de sua chegada, posso dizer que andamos um pouco atrasados nesse quesito. Apesar da parte mais grossa do quartinho (pintura, gesso, planejados...) já ter ficado pronto, só essa semana começamos a providenciar o enxoval de verdade! 
Aquele papo de que "tá cedo pra ver isso!" me lascou! Deixei várias coisas pra cima da hora e agora to arrancando as calças pela cabeça! Juro! 
Nessa ultima semana fomos a Feira do Bebê no RioCentro e consegui providenciar algumas coisinhas importantes! Berço, carrinho, bebê conforto, enxoval do berço, roupas e acessórios pra ela! 
Ainda ficaram pendentes a decoração do quartinho, algumas peças do enxoval dela, as poucas peças do meu enxoval e outros detalhes que não param de aparecer! Socorro! Tô falida! 

Mudando o assunto de novo... (Gente, to tentando atualizar tudo! Me perdoem)
Faltam 2 semanas pro Chá de Fraldas da Lulu, vou fazer no estilo Clube da Luluzinha mesmo, só para as mulheres! Rs
A organização esta por conta de mim mesma, mas estou contando com a ajuda de algumas amigas e da família para colocarem a mão na massa! 
Além da ansiedade de fazer o chá e reunir todo mundo, não vejo a hora desse evento acontecer, pra ticar mais uma coisa da minha lista! Haja coisas pra se preocupar! Mas no fim, dá tudo certo! To confiante! 

Acho que fora isso tudo, estamos bem! 
Seguindo rumo as próximas semanas, que eu espero que passem rápido, mas que sejam generosas e me deem tempo para resolver todas as pendências! É pedir muito? 


12 de fevereiro de 2014

Fotos - semana 24

Já estava entrando no 6º mês e ainda não havia registrado nenhuma imagem legal da minha gravidez! 
Todas as fotos que tinha eram de instagram, celular e etc... Mas como quem tem amigos, tem tudo... A Nath veio me salvar! rs


No domingo pela manhã fomos no Bosque da Barra e ela conseguiu registrar essas imagens lindas... Tô encantada! =)







E como muitas de vocês já sabem, eu estou grávida junto com a minha cunhada, Barbara! Então aproveitamos para fazer algumas fotos juntas para registrar essa deliciosa coincidência...rs   
Luiza e Miguel posaram juntos para sua primeira sessão fotográfica! 
E a Nath foi incrível mais uma vez, olhem só que belezuras de fotos:





As fotos foram feitas pela Nathália Ricardo, que é uma amiga que se dedicou demais nesses registros e já esta em fase final da sua faculdade de fotografia pela Estácio. 
Quem quiser falar com ela, vou deixar aqui os contados: E-mail | Facebook 

Beijos pessoal... =)

8 de fevereiro de 2014

Tudo passa, uma hora passa! - semana 23

E então pessoal, aqui estamos para mais novidades sobre a chegada da Luiza!

Senhor, como o tempo voa! 
Já chegamos na semana 24 e a Luiza está cada dia mais perto de chegar! Que emoçããão Braseel! 
Tenho vivido uma mistura de sentimentos loucos por causa disso. Tem dias que não vejo a hora dela nascer e saber com quem se parece, poder beijar e dar colinho... Outros dias eu agradeço a Deus e respiro aliviada por ela ainda está aqui dentro, protegida de tudo e dando menos trabalho (me julguem!)... Enfim, haja sentimentos e haja cabeça/coração pra administrar todos eles. 

Quanto ao meu estado físico, posso dizer que tenho tido uma gravidez bastante tranquila. 
Poucos enjoos, poucas dores, nenhum susto até o momento... Então, posso afirmar que tenho sido agraciada por ter uma gestação tão leve.
É claro que não estou no meu MELHOR momento, como as famosas costumam dizer por ai! 
Meu humor, meu corpo, minha cabeça, tudo tem vivido em eterno conflito e constante mudança, né? Afinal, tô gerando outra VIDA dentro de mim. 
Tem dias que meu corpo não corresponde, dias de mal estar, de pressão baixíssima, de dor de cabeça enlouquecedora... Mas tudo passa! Uma hora passa! 
Há noites que qualquer posição que eu tente dormir não funciona, noites que eu levanto mais de 6 vezes pra ir ao banheiro, que eu quase morro de tanta caimbra nas pernas... Mas tudo passa! Uma hora passa! 
Sobre o estado emocional/psicologico e afins... É UMA LOUCURA TOTAL, MINHA GENTE!
Se vocês acham que ser noiva é ser louca, é pq vocês ainda não são mães! É tanta neurose, tanto medo, tanta insegurança, tantos ataques, tanto mau humor, tanta sensibilidade... É uma bagunça total! Mas tudo passa! Uma hora passa!

O que mais tenho ouvido é isso: Tudo passa, uma hora passa! 
Nao adianta se desesperar e arrancar os cabelos. Embarquei nessa viagem e agora ela nao tem mais fim, nunca mais... Pq mesmo quando Luiza nascer, o rumo pode até mudar, mais continuará sendo uma louca e doce viagem! 

26 de janeiro de 2014

Planejados com marceneiro! Não deu certo!

Desde que casamos nosso maior desejo era fazer armários planejados para o nosso quarto, porém a grana era bem curta e não deu pra realizar esse desejo.
Ganhamos o nosso roupeiro de presente e foi um achado mesmo, pq era grande o suficiente e ainda cabia no nosso quarto.
O problema é que com o tempo e o uso diário o armário foi se acabando, não adianta, porta de correr é uma problema. 
Decidimos que era hora de fazer o armário planejado do quarto e aproveitamos a novidade da gravidez para colocar o projeto em prática pois também ajudaria a abrir espaço pra nossa princesa que está chegando. 

Recebi algumas indicações de marceneiros e fechamos com um senhorzinho bem simpático e atencioso. 
O serviço seria: guarda-roupa casal, 2 criados-mudos, 1 office, 1 guarda-roupa infantil. Ele nos deu um prazo razoável e informou que entregaria antes do natal.
Enquanto ele fabricava os móveis na casa dele, tivemos que nos desfazer do nosso antigo guarda-roupa e com isso nossa casa ficou uma bagunça por bastante tempo. As roupas e sapatos estavam dentro de caixas e essa desorganização me tirou do sério. Mas tudo tinha uma boa explicação e por isso tentei me controlar.

Acontece que na hora da entrega do material, começaram os estresses.
O senhorzinho atencioso e simpático se tornou um cara chato e enrolado! Demorou a entregar o material e na hora da montagem encontramos diversos erros na produção. 
Infelizmente não indico o serviço para ninguém! Apesar do resultado final ter ficado legal (apenas), só quem acompanhou as montagens sabe o quanto nos estressamos com o marceneiro que escolhemos. 
O que era pra ser um trabalho bem feito e cheio de detalhes, foi feito com várias "remendas" e "jeitinhos" , saca? 

Eu e David estamos pensando na possibilidade de contratar outro marceneiro para finalizar e detalhar o serviço...

Fotos: (tá tudo ainda bastante bagunçado, sem decoração, sem nada)

 Office modesto. Tivemos que trazer para o quarto pq o espaço do quartinho da bagunça precisa ser liberado, pra Luiza se acomodar...rs

 Criado-mudo. De todo o serviço do marceneiro, este foi o que mais gostei. Não deu problema nenhum até agora.

Nosso guarda-roupa. Esse foi o mais problemático. Muitos erros, poucos detalhes, acabamento ruim. Só deu dor de cabeça.  

Não consegui fazer fotos do armário da Luiza, pq o quarto é tão miudinho que faltou angulo! rs

Por toda a minha insatisfação, é claro que não vou indicar esse querido marceneiro.
Mas adianto uma coisa, o nome dele é Sebastião e ele é de Duque de Caxias/RJ. Se encontrarem algum marceneiro com essas referencias, me falem que eu confirmo se é ele ou não..rsrs

28 de dezembro de 2013

Lá vem Luiza! - semana 13

Ufa! Fiquei muito tempo sem atualizar o blog e por causa disso não faço ideia por onde começar! 

De repente seja melhor começar contando que já descobrimos o sexo do bebê e que nós esperamos uma princesinha! 
A descoberta aconteceu quando eu completei 12 semanas de gravidez, no dia 20/11/2013, e o medico responsável foi o Dr. Marcelo Burlá! 
Ouvi falar que o Dr. Marcelo tinha o dom de conseguir descobrir o sexo dos bebês com pouco tempo de gestação e que já a partir das 12ª semana seria possível! Tive que ir até lá, a curiosidade era imensa! 
O Dr. Marcelo é ótimo. Muito atencioso, falador e consegue criar uma expectativa na gente que torna a descoberta muito mais emocionante!
Ele não aceita plano de saúde nenhum e o valor da ultra simples é R$ 180,00! Vou te dizer que vale a pena cada centavinho pago, pq ele te faz entender cada chuvisco daquele... 
Ainda pretendo fazer alguma outra ultra com ele, talvez a morfológica ou outra importante... Só sei que quero voltar nele! 
A parte chata é a espera! Como cada consulta ele é extremamente atencioso, gosta de conversar e etc... O tempo que ele leva com cada paciente é grande e por isso aumenta bastante o tempo de espera na recepção. 

Enfim, sexo descoberto, o nome já era uma realidade pra nós desde sempre: LUIZA! Nossa Luiza! 
Não tivemos dúvidas pq esse era um nome que falávamos desde o namoro. Então, logo a família e os amigos ficaram sabendo da noticia e os presentes cor-de-rosa começaram a chegar! 



Vou dividir as outras novidades nos próximos posts! 

Beijo em todas!

15 de novembro de 2013

Menino ou menina? - semana 11

Depois da descoberta da gravidez, a pergunta que mais ouço é se prefiro menino ou menina...
Sei que existem mães e pais que realmente tem algum tipo de preferência por determinados sexos e não condeno quem pensa assim. Nascemos e fomos criados escolhendo tudo nos mínimos detalhes, é normal que algumas pessoas pensem assim. 
Numa boa parte da minha vida, até mesmo antes de casar, sempre que falava em filhos eu pensava em ter meninas! O nome já até existia, o tema da primeira festa de aniversário e vários outros detalhes...

Depois quando conheci meu marido e puder observar a formação familiar dele, percebi a grande probabilidade de ter um garotão (minha sogra tem 3 filhos e 3 netos e nenhuma menina na família) Então, desde essa época passei a me imaginar mãe de menino... Um moleque, pé no chão, bom de briga e espertinho igual a mãe! rs

Por isso, hoje, quando me perguntam o que prefiro, realmente não tenho preferencias... 
Se vier menino vai ser ótimo, vamos ser amigos, vai me proteger, vai me achar rainha, vai cuidar de mim na velhice, não vou precisar dividir minhas coisas de mulherzinha, vou aprender a entender dos carrinhos, da bola, da moto, das lutinhas...
Se vier menina, vou adorar ter uma companheirinha para as idas ao salão, vou ter alguém para opinar nas roupas que uso, será alguém que vai se espelhar em mim e que vai querer ser igual a mim quando crescer. Vamos poder esconder os segredos do papai e seremos grande confidentes! 

Realmente, eu só quero que venha com saúde, muita saúde!



13 de novembro de 2013

O alívio da segunda ultra!

Depois da sensação de vazio que senti na primeira ultra onde não conseguimos ver nada... Precisei aguardar mais 15 dias até dar o tempo para a realização da segunda ultra!

Confesso que com o passar dos dias, cheguei a duvidar se estava mesmo gravida. Tinha horas que batia uma duvida terrível, uma sensação estranha. Minha cabeça viajou em várias possibilidades de uma não gravidez. Cheguei a dividir essa duvida com alguma pessoas mais próximas, algumas riam, outras me falavam pra parar de pensar besteira... Foi ai que percebi que estava entrando numa fase totalmente desconhecida e que todos os sentimentos, achismos, medos e inseguranças seriam novidade pra mim e para meu marido. E desde o dia que descobrimos essa gravidez, percebemos o quanto precisaríamos amadurecer... Não deve ser fácil, mas obviamente deve ser muito delicioso viver toda essa novidade. 

Enfim, os 15 dias passaram, combinei de ir até a clinica junto com a minha cunhada, Barbara, que também esta grávida. (Vocês vão ouvir falar muito dela por aqui, afinal será minha companheira nessa super viagem ao mundo materno.)
Conseguimos entrar juntas e dessa forma acompanhamos a ultra uma da outra! 

Deitei naquela cama, torcendo pra realmente ter um bebêzinho dentro mim e percebi mais uma curiosidade... Antes de descobrir a gravidez e pegar o resultado do exame de sangue, eu torcia para que desse negativo e que não houvesse bebêzinho algum dentro de mim, mas esse sentimento mudou drasticamente e agora eu estava ali naquela cama, torcendo pra ver o meu filho naquela telinha. 
Quando a médica disse: "GRAVIDÍSSIMA! Parabéns mamãe!" Meu coração foi aquecido por uma chama, um sentimento de poder mesmo. Eu era mãe e por mais que ainda não tivesse meu filho nos braços, a sensação de tê-lo dentro de mim era gostosa demais. O sorriso estava de orelha a orelha, meus olhos arregalados naquela tela querendo entender tudo o que aquele monte de chuvisco queria dizer sobre o meu bebê! 

Naquele dia descobri que estava grávida de 6 semanas e que meu bebê já tinha 7mm. Era o carocinho de arroz mais fofo do mundo, minha gente! E tinha o coração super acelerado, batendo dentro dessa mamãe aqui!  Nessa hora eu gargalhava de felicidade e precisei ser contida pela médica: "-Mãe, não pode balançar muito, pra eu não perder o foco do coraçãozinho!" 

Essa foi minha experiência, ao contrário do que muitas mães me disseram que aconteceria comigo,  não derramei nenhuma gota de lágrima. Eu só sabia rir!!